2019 tinha tudo para ser um ano fudido. E foi! - Pt.4

Um cisto nas minhas cordas vocais. Esta foi a parada mais baixo astral que rolou comigo este ano.

Pensando no altos e baixos da vida, resolvemos dividir com vocês momentos positivos e negativos que rolaram na nossa caminhada como banda e como pessoas por este 2019. 

Estamos separando as histórias em “capítulos”, pra não ficar muito pé no saco pra ler. O primeiro relato foi  do nosso baixista Leo Bacchi. Nando Rosa, nosso guitarrista, foi o segundo a dar o seu depoimento sobre o ano que se foi. O terceiro foi Lucas Rosa, nosso Diabo!

 

COISAS MUITO FODA(S) QUE ACONTECEU(RAM) EM 2019 (Igor Assunção)

Quando a coisa era boa, era muito boa! Quando era ruim era uma cassetada fdp que vinha pra arrebentar o cara. Mas, com algumas escoriações leves e muitas histórias marcadas pra sempre passamos do 19 pro 20! 

A parada mais baixo astral que rolou comigo este ano foi ter descoberto um cisto nas minhas cordas vocais. Foi muito punk. Uma coisa que me deixou muito mal. Além disso, esta merda “apareceu” logo depois que fiquei sabendo que abriríamos o maior show das nossas vidas, o festival Rock ao Vivo, que rolou no Gigantinho com Scorpions, WhiteSnake e Helloween (e eu lá, mais rouco que o normal e sem alcançar as notas que precisava e sem saber pq!)  

Bueno, fui em um Otorrino e ele me indicou uma fonoaudióloga que me ensinou que me reeducando e trabalhando minha saúde vocal seria possível cantar numa boa.  Achei que tava F@dido e mal pago, mas no fim o cisto é uma das menos piores coisas que o abuso de álcool, drogas, muita festa, poucas horas de sono e muito “grito” podem trazer para nossa garganta. Mas o cagaço foi grande! 

Hoje tô cantando melhor do que nunca, alcançando as notas que eu só alcancei nos meus 20 anos e conseguindo cantar por muito mais tempo sem exaurir a minha goela.  

A parada mais foda que rolou em 2019 certamente, facilmente, sem sombra de dúvidas foi ter tocado no gigantinho. Dividir o palco com teus ídolos é algo muito foda de se realizar. Ponto alto da vida que não vamos cansar nunca de repetir. 

Mas além do Cartel no Gigantinho tivemos conquistas muito fodas como tocar com o Sepultura em Indaial, SC, lançar nosso primeiro dvd ao vivo, lançar música nova, traçar planos e objetivos para um álbum novo, churrascos, cervejadas, amizades, amores e muito rock n’ roll. 

Espero que 2020 seja ainda mais foda que o ano que passou, e queremos contar contigo para mais estes 365 dias de muito trabalho, birita e rock n’ roll! 

 

Queremos conhecer algumas histórias de vocês também! 

Conta pra gente alguma coisa foda (de bom) que rolou neste ano pra dividir as tuas conquistas conosco se quiser contar também alguma coisa foda (ruim) que aconteceu ou está acontecendo pra tirar do peito ou então pra nos contar como tu está fazendo para superar essa barra (e também para saber como podemos ajudar), ficaremos felizes em dividir este peso contigo. (só não adianta vir com boleto que desses a gente já tá lotado) 

Queremos celebrar estas festas de final de ano nos colocando à disposição para encararmos juntos com vocês este 2020. Certamente será um ano complicado de muito trabalho e suor mas também muita alegria, parceria, empatia, paixão, tesão, cerveja e muito rock n' roll! 

Que tenhamos muitos sonhos molhados para sonhar e muita energia para realizar!
Um feliz natal e um excelente 2020!
Um canecaço trincando de gelado do Cartel da Cevada!
 

Leave a comment

Add comment