Atlético dos Pais x Irresponsáveis Futebol Clube 

Dois grandes eventos nos tomarão no próximo domingo - o Dia dos Pais, e o questionável início do Campeonato Brasileiro de Futebol. Num ano normal, seria motivo suficiente para unir o útil ao agradável. Reunir a família e fazer um churrasco pra encher a pança do velho de carne e trago e o coração de alegria, e depois levar ele no estádio pra ver o time do coração (e de preferência, contar com uma boa exibição pra que o peito dele continue cheio de alegria e não de sentimentos contraditórios hehe). Um domingo pra lá de perfeito, senão com o resultado em campo, por todos os rituais envolvidos. Infelizmente, encontramo-nos num momento atípico para ambos eventos. 

Pois muitos de nós não moramos mais com nossos pais, e devido ao distanciamento, não poderemos abraçá-los, no máximo vê-los à distância. Teremos que "comemorar" (pois assim, de longe, mal merece o termo) com vídeo-chamada se ele manjar das tecnologias, senão com uma ligação mesmo. Tá longe do ideal, mas não podemos fazer muito mais do que isso por enquanto.  

Ir ao estádio então, nem pensar. Os portões estarão fechados, de qualquer forma, o que é o minimamente correto a se fazer - correto MESMO seria se o futebol, em si, não estivesse ocorrendo enquanto morrem mais de mil pessoas por dia no país. Mais uma sinalização equivocada das (des)autoridades que insinua uma falsa normalidade que faz as pessoas prestarem menos atenção nas medidas de segurança as quais tanto precisamos agora, aumentando riscos e números, enquanto o povo se distrai com futebol. É pão e circo que chama, né? 

O Grêmio venceu o Grenal da volta do Gauchão, está invicto nessa volta e disputa a final com a vantagem de jogar em sua Arena. O Corinthians venceu as quatro partidas que fez no campeonato paulista desde que o futebol voltou, sendo um deles o clássico contra o maior rival, e também está na final do campeonato. Mas ninguém no Cartel (que tem torcedores de ambos) está feliz com isso. Pois acreditamos que futebol sem torcida NÃO EXISTE - isso que estamos presenciando é simples e lamentavelmente, obrigações contratuais de jogadores, times e federações para com seus patrocinadores, que exigem ver suas marcas expostas a qualquer custo.  

Definitivamente, não vai ser fácil "comemorar" o dia dos pais, a não ser pelo único motivo que realmente vale a pena. O fato de que nossos amados progenitores não tem culpa. Por isso, quem ainda os tem, não esqueça de celebrá-los ao máximo, mesmo que à distância. Eles nos deram a vida, nos ensinaram tantas coisas, nos proporcionaram tantas lembranças! Obrigado, queridos pais. Para esse merecido amor, não existem portões fechados.  

Quais tuas melhores lembranças com teu velho, envolvendo ou não futebol? Deixa pra nós ae nos comentários!

 

por Leonardo Bacchi

Leave a comment

Add comment