Cartel da Cevada - Mudanças Demoníacas na Banda

Passada a correia da nossa Tour "Estrada, Trago e Querência - 2018" voltamos a nossa programação normal mas com mudanças na formação da banda.

Estamos trabalhando para finalizar nosso primeiro DvD (sim, a gente sabe que tá demorando um bocado, mas mano, banda independente, tendo que ou fazer tudo com as próprias mãos e/ou pagando tudo com os próprios recursos não é mole, mas a coisa ta andando) e também, começamos as gravações de duas novas músicas e assim que forem sendo finalizadas a gente vai atualizando vocês. 

Mas uma coisa muito importante, que já deveríamos ter avisado todo mundo mas que a correria insana impediu é que temos mudanças demoníacas na banda! 

Depois de uma década de muita declamação, cusparadas de fogo, tragos, poesia xucra e parcerias inigualáveis o Diabo mais gente boa da história, personagem presente em diversos causos cartélicos, passa os chifres adiante

Quem esteve em nossos shows nesta mais recente turnê deve ter percebido que nosso irmão, Santto Nerva, que ajudou a desenvolver e formar a personalidade e caracteristicas do nosso Diabo da Fronteira, não faz mais parte da banda. E o motivo desse afastamento foi o melhor possível, nosso diabão virou papai e decidiu se afastar dos compromissos do Cartel pra poder ser um cara presente e relevante na vida do pequeno Darwin (que ta só com 2 aninhos e já tá detonando na batera <3 ).  

Neste post aqui contamos a origem do Diabo e um pouco da história do Santto na banda, dá uma conferida. 

Como o personagem se tornou sinônimo de Cartel da Cevada e de Rock Bagual, personificando e almagamando cultura gaúcha com rock n' roll sabíamos que não poderíamos simplesmente descartá-lo, foi então que decidimos escolher e convidar outra pessoa para assumir os chifres e as bolhaderas. Não foi bem uma busca, porque assim que assimilamos que nosso parceiro desde os primórdios da banda iria se afastar para ser o pai excepcional que ele é, apenas uma pessoa nos veio a mente. Todos na banda concordávamos que quem quer que seja que assumisse os chifres deveria ser gente boa elevada na última potência, parceiro para as boas e as indiadas, vivesse o rock n' roll e o bagualismo assim como nós e claro, fosse parceiro pra tragos e churrascos infinitos e preferencialmente que já tivesse história com a banda e seus integrantes. E foi assim, naturalmente, que a escolha foi feita e o Lucas Rosa (conhecido por alguns como Babaka ou Babakinha) assumiu a guaiaca e o facão, o chapéu e a bolhadera e agora faz parte da banda de rock mais bagual e embriagada destes pagos.  

O Cartel continua como sempre, uma família unida em prol da música, do divertimento, do rock n' roll e da felicidade compartilhada e continuada.  

Muito obrigado por tudo que tu fez pela banda Santtinho, tu sabe que fostes um pilar do rock bagualismo gaúcho junto conosco! 

E seja bem vindo ao Cartel da Cevada, Babakinha, que teus momentos de Diabo do Cartel sejam divertido, embriagados e recheados de boas memórias junto conosco! 

E vem muito mais por aí, pra ficar por dentro das novidades assina nossa newsletter
Não esquece de nos seguir no spotify e youtube tb!

 

 

Leave a comment

    Add comment