VOLTA DAS TORCIDAS - Você é a favor ou contra?

VOLTA DE PÚBLICO AOS ESTÁDIOS, SÉRIO ISSO? 

Eis que surgem burburinhos, então discussões, e finalmente notícias dando conta de que considera-se o retorno de torcedores aos estádios, COM PRESSÃO DA CBF, APROVAÇÃO DO MINISTÉRIO(?) DA SAÚDE E ANUÊNCIA DE CLUBES! Pelamor! 

Será que alguém em sã consciência realmente acha minimamente razoável a volta de público nos estádios, mesmo que reduzidos? Basta um breve exercício de visualização pra enxergar o absurdo: Já pensaram na FILA do estádio pra entrar? Se respeitar a distância correta, uma vai do Beira-Rio até o Iberê, outra da Arena até o aeroporto... Nas catracas, então, com ingresso, revista...  

"Vencida" a parte de acesso, já imaginou a torcida, bem comportada, todos respeitando o isolamento na arquibancada (o que é fisicamente impossível com 30% da capacidade, que é o que estão pensando em liberar, mas proporcionalidade e matemática nunca foi o forte do brasileiro, né), todos de máscara, sem tirá-la por quase duas horas? Já tentaram FALAR de máscara, sem ser monossilábico, sem ter que ajeitá-la? Imagina CANTAR A PLENOS PULMÕES? Comemorar gol então, sem sair correndo pela arquibancada - desculpem, talvez isso seja só eu que faço haha - ou pular junto com quem tiver em volta, abraçar aquela pessoa que tu nunca viu, mas está ali dividindo aquela emoção contigo? Fala sério, dezesseis neurônios são o suficiente pra concluir que simplesmente não tem como funcionar. 

Tivemos nesse último domingo o lamentável episódio do chamado "Jogo da Discórdia", em que absolutamente NINGUÉM tinha razão, pois quem queria o adiamento da partida foi quem mais fez esforço pela volta do futebol em meio ao caos pandêmico, garganteou ter protocolos de primeiro mundo e me aparece com quase vinte infectados (e cujo presidente demitiu um garoto da comunicação do clube por postar uma foto dos próprios jogadores sem máscaras no avião), enquanto o outro não se preocupou nem por um instante com a saúde de seus atletas e pressionou pela realização da partida, apenas pela suposta vantagem esportiva de jogar contra um adversário desfalcado (bem feito pra esses trouxas que só empataram). O que esperar de um time que pagou à Portuguesa pra não ser rebaixado em 2013 (conclusão do Ministério Público de SP, não sou eu que tô falando) e outro cujo apelido suíno tem origem em uma grande demonstração de "espírito de porco" frente à tragédia da morte de dois jogadores do maior rival em 1969?  

A verdade é que infelizmente os envolvidos deixaram de respeitar os próprios alicerces sobre os quais o esporte deveria se apoiar e simbolizar - competição leal, confraternização, bons exemplos - e só se importam com seus ~bolsos~ cofres. E me refiro a todos os envolvidos mesmo, confederações, clubes, jogadores, televisão. Enquanto o $ for mais importante que o <3, propostas e episódios lamentáveis como esses continuarão sendo comuns.  

Quem já reclamava do futebol moderno antes, não tinha ideia do buraco cada vez mais bizonho e profundo no qual nos meteríamos, não é mesmo?

 

Mas isso é a nossa opinião, mas e a tua?

Tu é a favor ou contra a volta das torcidas nas partidas de futebol? Deixa tua resposta nos comentários!

Leave a comment

Add comment